Carro-pipa

Jardim do Seridó receberá carro-pipa no próximo dia 23 de setembro em Natal

Os veículos serão encaminhados às Prefeituras, um a cada uma delas através dos recursos do PAC 2

Dezoito cidades do semiárido potiguar vão receber carros-pipa no próximo dia 23 de setembro. Os veículos serão encaminhados às Prefeituras, um a cada uma delas, pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), através dos recursos do PAC 2. De acordo com Raimundo Costa, delegado federal do MDA no RN, até fevereiro do ano que vem todos os 150 municípios do semiárido vão ter um carro-pipa, uma retroescavadeira, uma pá carregadeira e uma motoniveladora. O investimento total é de R$ 15 bilhões.

“Os equipamentos são para dar suporte a pequenas obras hídricas de convívio com a seca”, informou Raimundo Costa. Neste lote, serão contempladas as cidades de Grossos, Ielmo Marinho, Guamaré, Ipueira, Ipanguaçu, Itajá, Itaú, Jaçanã, Janduis, Boa Saúde, Japi, Jardim de Angicos, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, João Câmara, João Dias, Jucurutu e José da Penha. A entrega de equipamentos está sendo realizada desde o ano passado. “Em 2011 fizemos duas pequenas entregas. Em julho deste ano entregamos mais equipamentos e no próximo dia 23 tem mais esse lote”, detalhou o delegado do MDA.

A estiagem que atinge o Rio Grande do Norte, desde o ano passado, ainda causa transtornos e sofrimento no interior do Estado. Sem chuvas, os reservatórios secaram e o colapso no abastecimento d’água atinge pelo menos nove municípios no Seridó e Oeste potiguar. Não há água nas torneiras e o prognóstico não é animador. 

Até o fim deste ano, outros municípios devem ingressar na lista que revela os efeitos da falta de investimentos no setor hídrico. As cidades de Ipueira, Carnaúba dos Dantas, São José do Seridó, Água Nova, João Dias, Pilões, Riacho de Santana, São Francisco do Oeste e Equador não há água nas torneiras. O abastecimento é feito através de carros-pipa ou poços.

A ajuda do Ministério do Desenvolvimento Agrário não tem como sanar os problemas provocados pela seca, mas o intuito é ajudar no convívio com a falta de água. Ao todo, 428 do total de equipamentos já foi entregue, a diferentes cidades. Para o abastecimento das cidades do interior, as Prefeituras contam com a ajuda de 110 carros-pipa do Exercito Brasileiro, que continuam atuando normalmente.

Os 28 conseguidos através de um convênio do Governo do Estado permanecem parados. O convênio está sendo renovado e, de acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Justiça e Cidadania (SEJUC), o processo burocrático está atrasando o retorno dos veículos à atividade. O setor jurídico do Executivo está analisando o contrato. 

Da Tribuna do Norte - Foto: Adriano Abreu